quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Ensaio

É a primeira vez que fico sozinha com uma criança desde que deixei de ser uma. Sim, ninguém nunca confiou em mim como babá, ou madrinha, ou qualquer coisa do gênero. Mas hoje minha amiga, Aline, precisou de um help e estou aqui com a PP (Penelópe). Acho que ela sabe que não tenho experiência com criança, porque esta um anjo, ou eu devo provocar este impacto de brava e ela acabou se comportando. 
Estou escrevendo aqui no meu blogger, porque a pequena dorme como um anjo aqui do lado. 
Sabe de uma coisa? Acho que posso até pensar em um dia ser mãe. Isto é realmente uma novidade para alguém que já pensou em não ter filhos.
 Mas para isto acontecer, ou melhor, ocorrer, ainda falta um namorado, futuro noivo e quem sabe até um marido. Sei lá, conto de fadas, ainda me parece com uma realidade muito distante.

6 comentários:

Erika Lettry disse...

Se de tudo o príncipe demorar a aparecer, voto pela produção independente!..hehee.

Lian Tai disse...

Eu também já tive meu tempo de dizer que nunca seria mãe, long time ago...

Maria Cristina disse...

acho que quero ser mae.. que tal eu treinar com um pet antes? kkkk

parabéns Ana, já é uma ótima mamãe!

Aline Lucas disse...

Bem, ai vai o comentário da MÃE da PP: Aninha, vc foi mais que 10. A PP deve ter amado tua companhia pq até chorou qd vc se foi. Pode ir treinando com ela (hehehe) eu deixo. Sobre a idéia de produção independente...ai ai, só se vc for mto rica, vc sabe bem o q eu passo. Então, se o principe ñ vier, escolha ao menos um bom pai! E eu, como madrinha (meu curriculo ta ótimo, cheio de experiência...kkk)

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ana Carolina Carvalho disse...

Nunca duvidei que vc iria conseguir cuidar de um bebê. Essas coisas a gente nasce sabendo. Se vc acha q vai ser feliz cuidando de uma criança, vá em frente, amiga! Independente de como virá, com certeza vai ser mto feliz com vc. Beijo!